Pular para o conteúdo principal

Tocar

o vento sopra
a cabeça anota
ninguém se toca

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Primavera

coisa estranha... quase desilusão
mal chegou a Primavera
e sinto o calor do vento frio que entra da janela
pura contradição essa estação




Brilho

acende apaga, acende apaga, acende apaga, acende apaga esse pisca-pisca ainda vai dar curto-circuito perigo: espontaneidade escapa luz precisa brilhar infinito
Maritta Cury
19/05/2015


Há tempos 2

Versão 2:
foi-se o tempo
que crer na sorte
era alimento