Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2015

Tempo Mole

Como num relógio de Dalí O tempo derrete minha mente Mole, surreal e indecente Um lá, outro acolá e eu aqui
Maritta Cury 28/01/2015

Luz

Às vezes está tão escuro que é melhor nem acender a luz. Maritta Cury 25/01/2015

Entre Rochas

Entre duas montanhas rochosas Uma longínqua estrada formosa Em cima da ponte me vejo Pensando se pulo, espero ou festejo
 Maritta Cury 12/01/2015

Encante

Quem escreve
  seus males encanta



Maritta Cury
07/01/2015

Segredo

Romântico é aquele que aposta no SEGREDO revelado, escancarado já o esperto, prefere deixá-lo de lado, mofado
Maritta Cury 06/01/2015