Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2010

Ele existe

Agora que sei que existe Cuida de mim, não hesite Te quero do lado, eu tomo cuidado Sou toda cuidados, pecado Eu sei sem querer. Eu quero aprender Se eu me perder, se eu não quiser Me dê uma luz, me deu seu amor Te dou o que sou, te dou o que fui Me dê coração, me dê gratidão Élan represado. Vem lá do passado Eu peço que saia, transborde, transpasse Abro um caminho, disfarço, finjo que passo Me dê escancaro, espero não seja tão caro Eu tenho uma chance. E quero revanche Juro por Ti e por mim, tomo todo cuidado

Maritta Cury

Quatro por Quatro

Momento saudade quartetal....


Quatro na sala, quatro na aula, quatro no pátio Quatro na casa, quatro no quarto Na chuva, na mente, aurora incandescente Quatro com Sol, quatro com Lua, quatro de noite Quatro se esconde, se esconde pra onde? Pra onde não seja tão longe Distante não pode. Sempre por perto Perto de mim, assim posso ouvir Ouvir um conselho, ouvir um anseio Anseio de amor, anseio de dor Dor de amor, flor de amar, rir do amor Amor de amiga, irmã de destino, escolha Escolho estar perto; se longe não posso Mas posso achar graça, gritar, fazer pirraça Quatro por quatro que amo de graça De graça que nada. O custo é bem alto E dura umas vidas. Pago com juros Um dia termino, um dia me livro Mas de propósito cometo um pecado E, para pagá-lo, reencontro essas três Para que de novo virem outras quatro
Maritta Cury

Balada da Cura

Música da alma Dança calma Bailado coroado Jóia cristal Crisântemo Tempo regalo Embalo encantado Escolha embebida De alma, de partida De falha, migalha De ânsia aflita Esperança que baila Espalha a criança Na rua da amargura Apuro, apura e cura
Maritta Cury

Ferida

Mas é sempre assim A mesma mão que acaricia, fere e sai furtiva 
Faz do amor uma história triste O bem que você me fez nunca foi real  Da semente mais rica, nasceram flores do mal...
Frejat / Guto Goffi

ou

Eu sei que o erro aconteceu
Mas não sei o que fez
Tudo mudar de vez....
No pé que plantou Maritta
Nem margarida nasceu....


Djavan

Dois lados

Bem vindo ao novo mundo: num dia, sonho de consumo; no outro, rascunho
Maritta Cury Obra: As duas Fridas...

Ao contrário

O que está acontecendo? O mundo está ao contrário e ninguém reparou O que você está fazendo? Milhões de vasos sem nenhuma flor O que você está fazendo?
Um relicário imenso deste amor
Nando Reis

Por fora

Pintura de Giovanni Bragolin
Um rasgo no coração
Um buraco pequeno, tão pequeno que de fora não se vê Mas existe É feito pra sentir Nascido pra doer, colorir De dentro dá pra ver o que é triste Mas de fora, o sorriso diz Que a menina tem tudo pra ser feliz

Maritta Cury

Pra cima

Saia agora mesmo Mesmo que seja tarde Mesmo que não queira Entenda, é assim mesmo Mais um minuto aqui e não me responsabilizo Ouvi quando você foi embora Eu sei, já era sua hora Olha, não me entenda mal Parece que não me importo com isso Mas se você ficar, talvez não seja ideal Tem alguma coisa aqui que não combina Sim, eu sei que fiquei aqui até agora, mas Que pena, também chegou a minha hora Agora eu quero voar, mas sempre para cima

Maritta Cury

Por dentro

Nostalgia, melancolia, apatia
Tão fora de mim, ex-dentro Perdi meu espaço no mundo Me reviro, mas acho Por onde foi meu coração? Alguém viu aonde se encostaram meus pulmões? Minhas narinas não deixam passar o ar Um mar atravessa minha garganta Tormenta que inflama A cabeça rasga expulsando os cabelos Nas pontas dos dedos alguns restos, lascas
Como faz para se sentir por dentro?

Maritta Cury